fbpx

Marketing digital o que é e como aplicar para empresa

O que é o marketing digital e como ele pode auxiliar na minha empresa? Essa é uma dúvida muito comum no momento e não é por pouco, é um dos assuntos mais falados e abordados. Surgiu em 1990 e começou a ganhar ainda mais destaque com a chegada do Facebook e do Instagram.

Já se foi o tempo em que as empresas criavam panfletos para entregar na rua. Esse tipo de divulgação não é tão eficaz quando se gostaria: será que se está entregando um panfleto para alguém que está interessado neste tipo de serviço ou não?

Já com os anúncios, é cada vez mais fácil ganhar destaque. Isso porque as redes sociais e o Google possuem um logaritmo que sabe exatamente quais são os gostos do cliente e irá aparecer anúncios que são referentes ao tema que lhe interessa.

Sendo assim, alguém que gosta de futebol americano verá opções relacionadas a esse tema enquanto quem gosta de livros terá anúncios de livros.

Dessa forma, quando a empresa decide criar uma campanha, ela vai estar encaminhando o anúncio que criou somente para aqueles que são interessados neste tipo de serviço: quem é que nunca procurou comprar algo e depois só viu propagandas sobre aquele site, por exemplo?

Marketing digital o que é e como aplicar para empresa
Marketing digital o que é e como aplicar para empresa

Marketing digital é somente pago?

Será mesmo que o marketing digital é somente pago em ADS? Não! Não é necessário pagar sempre que deseja lançar uma campanha no ar. No entanto, é crucial saber que as alternativas gratuitas demoram mais tempo para serem colocadas em prática e realmente trazem resultados.

Um exemplo é o SEO do Google. Há sites que investem massivamente em redatores que conhecem o SEO e, mesmo assim, demoram meses para obter os primeiros acessos.

Há como o dono do site criar os textos. Não é necessário pagar um redator especializado por isso. No entanto, ele terá que pesquisar muito sobre as técnicas de ranqueamento e, se fizer algo errado, pode ver isso sendo refletido no seu projeto.

Por exemplo, imaginando que se queira abrir um restaurante de comida tradicionalmente brasileira. Dessa forma, abriu-se um site e nele tem a categoria de blog em que se aborda somente sobre o assunto. Ao criar o primeiro artigo, o dono resolveu copiar todo o conteúdo de sites adversários.

Isso, apesar de ser a opção mais barata e rápida, também é a mais prejudicial: o site não vai conseguir ranquear o artigo e o domínio vai ser prejudicado perante o Google. Logo, vai ser difícil conseguir clientes no meio online.

Portanto, o primeiro passo seria não copiar nada e, no segundo, produzir algo melhor que todos os concorrentes para que se consiga estar no topo sem pagar por isso. Mas enfim! Calma que falaremos sobre o SEO no próximo tópico de forma mais aprofundada para que você aprenda tudo a respeito.

Estamos com você!

Estamos há mais de 11 anos no mercado desenvolvendo Lojas online, Gerenciando Rede Sociais, Criando Anúncios patrocinados no Google, Instagram, Facebook e muito mais! Se você está em busca de um público segmentado com resultados mensuráveis e rápidos, entre em contato conosco.

SEO

O SEO se trata de um conjunto de técnicas que devem ranquear o seu texto no Google, faz parte de um dos pilares do marketing digital gratuito. Para começar a colocar em prática nos artigos, o primeiro passo é não copiar absolutamente nada dos sites concorrentes.

Após isso, escolha uma palavra chave de relevância: pesquise sobre domínio e autoridade da mesma. É possível pesquisar utilizando o Google Trends: a plataforma é 100% gratuita e permite a comparação de palavras chave.

Imagine que deseja fazer um artigo sobre “receita de pamonhas” e tem as seguintes palavras chaves: pamonha, receita de pamonha, pamonha doce e pamonha salgada. Será possível pesquisar todas as quatro para descobrir quais são as mais relevantes no Google e escrever um artigo sobre elas.

Pesquisar a palavra chave é crucial para que não perca tempo fazendo um artigo que não tem relevância e que ninguém irá procurar sobre.

Após determinar qual será o foco da pesquisa, é necessário colocar em prática uma série de regras e técnicas impostar pelo SEO:

  • A palavra chave deve estar presente no título (de preferência a primeira palavra), primeiro parágrafo, subtítulos com densidade de até 75% e também na meta descrição que é o resumo que aparece para o Google. Outra dica é espalhar a palavra no texto e não deixar ela localizada somente em uma parte dele.
  • É crucial possuir um subtítulo a cada 150 ou 300 palavras para que o conteúdo fique bem espalhado. A palavra chave deve ser citada uma vez a cada 100 palavras ou no máximo 200.
  • É ideal que se cite outros artigos dentro do seu site e de outros. Dessa forma, insira o máximo de links internos e externos que conseguir, mas tome cuidado para não atrapalhar a experiência do seu usuário.

Dicas para a elegibilidade

O SEO também leva em conta, no marketing digital, a elegibilidade dos seus artigos. Sendo assim, o redator não pode deixar com que o texto fique mecânico e massante. Outra dica é tomar cuidado com a quantidade de voz passiva que encontra, ela deve estar em no máximo 10%.

As frases e parágrafos devem ser curtos. Deixe menos de 20 palavras em cada frase para que o leitor tenha tempo de conseguir respirar durante a leitura. Para facilitar, ainda é possível deixar de uma a quatro frases por parágrafo, no máximo.

Os leitores do seu site procuram um tempo para descansar a leitura, ou seja, a respiração do ponto. Então, fazer um parágrafo com 15 linhas e com frases muito longas pode ser extremamente prejudicial.

Outra dica é sempre usar palavras de transição para que criem  conectivos dentro do artigo que tem como fim o marketing digital: sendo assim, portanto, mas, ademais, logo, dessa forma, entretanto e muitos outros.

Lembra que também falamos sobre o marketing digital e os links internos e externos dentro do artigo em SEO?

Eles também são importantes para que se consiga diminuir a taxa de rejeição do site. Ou seja, se um leitor lê o artigo e sai da tela, a taxa de rejeição aumenta e mostra para o Google que ele não se sentiu satisfeito.

Mas, se você coloca links que levam o leitor para outros textos através do famoso “clique aqui”, o Google entende o conteúdo como relevante porque o leitor irá para outro texto e, consequentemente, diminuirá a taxa de rejeição e fará com que o rankeamento seja ainda mais satisfatório.

Marketing digital o que é e como aplicar para empresa
Marketing digital o que é e como aplicar para empresa

Marketing digital para as redes sociais

Ainda há a possibilidade de fazer marketing digital para as redes sociais de forma gratuita ou paga. Nós da Agência Cembra iremos iniciar primeiro com a gratuita.

O primeiro passo é criar um perfil no Facebook ou na rede social em que o seu público está localizado. Após isso, deve-se criar uma identidade visual: escolha quais as cores de predominância no seu perfil antes de criar um logotipo e, se já tiver um, se baseie nas cores do logotipo.

Não é recomendado usar cores divergentes a cada publicação. A marca precisa criar constância nas formas dos textos e de usar as cores.

Após criar o perfil, é necessário pensar em um cronograma de publicações. Ou seja: definir quais são os temas que devem ser abordados durante o mês e colocar uma data para cada um deles.

No momento de criar as publicações, é necessário mais um cuidado: as legendas e os posts. Nada de encher as imagens com textos: prefira sempre usar uma frase atraente que chame a atenção dele para a legenda. Ou então, adicione chamadas para ação: clique aqui e você já… comenta com a gente se você já… clique para saber mais!

Como ganhar mais seguidores de forma gratuita?

Uma dica crucial para ganhar mais seguidores para as redes sociais de forma 100% gratuita é: crie um público extremamente segmentado e traga conteúdo relevante a ele.

Imagine que você vende bolos dos mais variados sabores. Nas suas publicações, deve postar apenas sobre os bolos e as receitas ou assuntos polêmicos sobre eles. Crie títulos que deixam as pessoas que fazem bolo curiosas como: “abrir o forno enquanto assa faz com que a massa fique dura?” “o que faço para deixar a massa mais crocante?”

Em hipótese alguma exponha opiniões políticas no seu perfil: isso pode fazer com que os seguidores fiquem insatisfeitos e deixem de seguir.

Isso é muito comum nos perfis de famosos na internet. No início postaram vídeos sobre maquiagens e agora sobre política: a maioria do público deles os seguia pela maquiagem e param de seguir porque se aborda sobre um assunto que não é de interesse deles.

Crie publicações que chamam a atenção e despertam a curiosidade mas que não exponham o pessoal, o seu íntimo. Outra dica é sempre chamar, no final do texto, o leitor para que deixe um comentário sobre o que ele achou e o que recomenda a fazer. Dessa forma, ele se sentirá convidado a comentar e, quanto mais comentários, maiores as chances de sua postagem ganhar repercussões.

Poste sempre que possível

Não é necessário postar literalmente todos os dias, mas ainda é necessário postar. O Instagram ou Facebook levam em consideração o tempo que o usuário fica online para que lhe dê alcance.

Não adianta postar uma foto por mês. Dessa forma, o seu cronograma deve ser consistente e preparado com antecedência para evitar imprevistos.

Geralmente, pessoas famosas costumam publicar fotos de forma mais rara mas diariamente postam status justamente por causa disso.

Há ainda aqueles que pensam em comprar seguidores e acham que por isso não precisam postar com frequência: estão, na maioria das vezes, enganados. Sites para a compra e venda de seguidores vendem números de robôs, que não irão interagir com suas postagens.

Além disso, será necessário, na maioria das vezes, fornecer a conta para que o programa siga outras pessoas e isso pode fazer com que se perca o perfil.

Caso não tenha tempo para programar postagens e de criar assuntos polêmicos e envolventes, uma alternativa é que contrate um Social Media.

Um Social Media é responsável por criar publicações e realizar cronogramas para que os perfis de empresas ou de influencers consigam atrair mais seguidores e, dessa forma, realizar mais vendas ou trazer maior retorno monetário.

1

Bem, já falamos sobre duas formas de marketing digital gratuito: as redes sociais e também o blog para a internet. Mas, o que fazer quando se tentou de tudo com essas duas opções e os retornos ainda não pequenos?

Uma alternativa é migrar para as formas pagas como é o caso mais comum do Google ADS. Com certeza você já visitou um site online e viu nele muitos anúncios de produtos, certo?

As empresas costumam pagar para que os anúncios apareçam no Google e em sites na internet. Então, imagine que uma marca pagou R$ 500 em anúncio, uma parte desse dinheiro irá para o site que o exibiu enquanto outra parte deve ser encaminhada para o Google.

Diferente do marketing tradicional, o marketing digital encaminha o seu anúncio somente para pessoas que estão interessadas nele.

Quando se pesquisa sobre tecnologia, é sobre isso que irá aparecer. Dessa forma, as chances da pessoa clicar são maiores e o logaritmo conseguem maior porcentagem dos lucros.

Apesar de ser pago, existem algumas dicas para que seja colocado em prática e traga algum retorno satisfatório. Nós separamos algumas delas abaixo para te ajudar.

Estamos com você!

Estamos há mais de 11 anos no mercado desenvolvendo Lojas online, Gerenciando Rede Sociais, Criando Anúncios patrocinados no Google, Instagram, Facebook e muito mais! Se você está em busca de um público segmentado com resultados mensuráveis e rápidos, entre em contato conosco.

Copywriting

O copywriting é uma das palavras chaves do marketing digital. É a arte de escrever bem e de conseguir influenciar os leitores. Uma dica, neste momento, é que aquele que está escrevendo a campanha use o máximo de criatividade e abuse das figuras de linguagem como eufemismo, metáforas, ironias e sarcasmos.

Por exemplo, imagine que uma livraria está vendendo um livro do Pequeno Príncipe personalizado com o príncipe tendo as mesmas características da criança, dando oportunidade para a identificação dos pequenos que são negros e não se sentem representados no universo da leitura. Observe as duas legendas:

“Ser representado nunca foi tão fácil! Agora você pode ajudar seu filho a viajar por todo o mundo do pequeno príncipe e conhecer toda a mágica do universo: ele mesmo pode ser o príncipe ao mudar as características da obra!”

“Nossa livraria permite que você mude as características da capa do livro para cores de pele mais escura e nariz mais grosso.”

Qual das duas opções, dentro do marketing digital, você acha que mais venderia? Com certeza a primeira delas!

Para campanhas infantis, sempre é interessante abordar temas relacionados à magia, universo, crescimento e fantasia.

Storytelling

O Storytelling é bastante parecido com o copywriting do marketing digital. No entanto, se trata da arte de contar histórias e influenciar pessoas. Desde a antiguidade e o começo da civilização, os povos já se reuniam ao redor da fogueira para contar histórias e conversar.

Para colocar em prática, basta que você pense em um problema do seu cliente. Supondo que seja um homem de 45 anos que sofra com disfunção erétil. Nessa história, deve apresentar o problema e o problema deve causar identificação para somente depois mostrar a solução que é o seu produto.

O homem irá ter problemas durante as relações sexuais, sente-se frustrado por isso. Dessa forma, ao procurar uma forma de corrigir a situação, acaba encontrando determinado produto e depois aparece satisfeito, contente com a vida sexual que foi resolvida.

O mesmo para pessoas com insônia: nas campanhas geralmente é possível encontrar alguém que não consegue dormir, começa a ser prejudicado no trabalho e, depois de achar determinado item, passa a viver uma vida melhor e resolve todos os seus problemas.

Marketing digital o que é e como aplicar para empresa
Marketing digital o que é e como aplicar para empresa

Imagens de qualidade

Assim como no marketing digital gratuito, é crucial ter imagens de qualidade. Não as encha com grandes textos e nem pense em colocar palavras complexas. Sempre dê preferência para frases que chamam a atenção e que, de preferência, a resposta do leitor seja sim ou que o instigue a parar e ler.

Por exemplo, em um produto que ajuda a aumentar o score no Serasa e conseguir empréstimos, pode-se usar títulos na imagem que já pegam o leitor de primeira: “Está tentando conseguir um empréstimo e não sabe como?”

A imagem também deve ser nítida e única. Remova marcas de bancos de fotografias caso tenha alguma.

Outra dica crucial é que elas respeitem a identidade visual da sua marca. Se o logotipo é voltado para  o preto e branco, foque nessas duas cores. Se o logo é voltado para o vermelho, foque sempre no vermelho.

Use CTAs, as famosas chamadas para ação de determinado serviço ou atividade. Faça com que o cliente clique no anúncio e pense, desde o início, que esse item pode ser uma solução para o que ele procura.

E então, tem mais alguma dúvida sobre o marketing digital? Comente aqui com a gente! Não esqueça também de conhecer todos os serviços que são prestados pela agência Cembra que variam desde Social Média até campanhas para o Google ADS. Entre em contato conosco e peça já o seu orçamento.

Estamos com você!

Estamos há mais de 11 anos no mercado desenvolvendo Lojas online, Gerenciando Rede Sociais, Criando Anúncios patrocinados no Google, Instagram, Facebook e muito mais! Se você está em busca de um público segmentado com resultados mensuráveis e rápidos, entre em contato conosco.

5 1 Votar
Gostou do artigo?
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários
Fechar Menu