Como fazer um cronograma de postagens no Instagram e aumentar as vendas da minha empresa, na prática, usando as redes sociais? 

As estratégias de marketing digital não devem ser realizadas de qualquer forma: é de suma importância que se detenha algumas técnicas. Pesquisar sobre o seu persona, entender quem ele é, o que pensa, como comprar, o que faz… tudo isso irá interferir no tipo de conteúdo produzido por uma marca. 

Vamos de exemplos? Por exemplo, um banco criado visando oferecer empréstimos para os seus clientes, tende a publicar mais sobre dicas de como aumentar o score, como melhorar a reputação do CPF (Cadastro de Pessoa Física) e outros aspectos relacionados. 

No entanto, um banco voltado para pagamento de contas e investimentos teria o enfoque em outros tipos de publicações, como dicas para economizar, benefícios de pagar a fatura em dia, etc. Memes, neste caso, seriam bem vindos, como “olhei o valor da fatura e me assustei!”. 

As empresas podem estar no mesmo nicho, mas nem sempre atendem os mesmos tipos de clientes. Por exemplo, o Banco Inter costuma atender clientes voltados para pagamento de contas, e não tem a alternativa de empréstimo. 

Ter uma ideia sobre o seu público é o primeiro passo no momento de criar um cronograma de postagens no Instagram

Quer saber mais sobre o assunto? Vem com a gente que vamos te ajudar. 

Como criar um cronograma de postagens no Instagram?

Confira, abaixo, algumas dicas que a Agência Cembra separou para te ajudar a como criar um cronograma de postagens no Instagram sem errar, conforme o seu público alvo. 

1. Pesquisa de público-alvo é mais que necessária

Como fornecemos o exemplo do banco logo acima, é importante que você entenda o que o público que utiliza os seus serviços deseja saber. Quais são as dúvidas dessas pessoas? Quem são essas pessoas? 

Ter uma ideia sobre a escolaridade, idade e até mesmo a profissão que a maioria delas costuma ter, vai te ajudar a elaborar um tom de voz de marca para conversar com eles. 

Hoje em dia, existem diversas agências de marketing que trabalham apenas com a pesquisa de público alvo, desenhando de forma clara quem é o seu lead, o tipo de assunto que ele se atrai. E, inclusive, como você pode utilizar o marketing de conteúdo para chegar aos seus objetivos.

Estar investindo em marketing de conteúdo, mas não alcançar os resultados é uma das consequências de não realizar pesquisa de mercado. 

Estamos online

Acreditamos que o sucesso online é construído sobre três pilares fundamentais: Estratégia inteligente, Criatividade e Execução.

Espírito Santo

28 99972-5622

São Paulo

11 95307-6677

Faça um Orçamento rápido

2. Determine os dias 

Não precisa postar todos os dias. A quantidade nunca supera a qualidade quando se fala de cronograma de postagens no Instagram. Inclusive, postar demais sobre assuntos que são muito massivos e que não causam engajamento pode ser classificado como Spam, isso prejudicará o seu perfil. 

O ideal é que o seu público fique aguardando dias específicos para as postagens. Como assim? Você pode postar, por exemplo, de terça a sexta, ou dois dias fixos, como quinta e terça.

Escolha os dias que preferir e os horários em que há maior engajamento nas suas redes sociais. Deixe isso tudo anotado porque você precisará utilizar estas informações futuramente. 

3. Defina os temas com um mês de antecedência 

Por que você deve definir os temas com um mês de antecedência? Pois isso permitirá que o conteúdo seja criado o mais rápido possível e fique agendado. 

Imagine que aconteceu algum imprevisto com um dos funcionários responsáveis pelas postagens no Instagram… ou qualquer situação relacionada. Se isso acontecesse e não tivesse um mês antecipado de produção, o perfil ficaria parado e perdendo engajamento.

Deixe os textos prontos, imagens e vídeos também. O Facebook Business permite que tudo fique agendado. Nada impede que você faça postagens extras além das que estão previstas no cronograma, como uma data especial que não foi lembrada ou alguma notícia da sua empresa. 

Siga sempre o cronograma e tenha disciplina. Não estar em dia com ele causará uma série de consequências negativas, como a diminuição no engajamento e estagnação na quantidade de seguidores. 

4. Qualidade nos conteúdos 

Outro ponto que deve ser salientado é em relação à qualidade dos conteúdos que estiver publicando. Certifique-se de que está postando boas imagens, com qualidade realmente satisfatória, as legendas com o uso de hashtags com bons volumes também são importantes. 

A maioria dos públicos presentes no Instagram são mais visuais. Por isso, garanta que tenha apenas o necessário dos textos, sem ficar enrolando demais para encher linguiça. 

A média de palavras e tamanhos dos textos varia na faixa de 30 a 50 palavras. Já em nichos mais densos, como economia e política, tem-se na faixa de 150 palavras e pode chegar até 200. Passando disso, é mais recomendado criar um blog ou newsletter. 

Como fazer um cronograma de postagens no Instagram? [guia]

5. Tráfego pago

Muitas empresas, no momento em que vão criar um cronograma de postagens no Instagram, acabam esquecendo de que precisam, sim, continuar investindo em tráfego pago. Ou seja, o famoso Instagram e Facebook ADS. Por intermédio dele, consegue-se praticar o remarketing ou, então, atrair um público mais segmentado. A Cembra trabalha com este serviço!

Vale salientar que nem sempre é recomendado utilizar apenas posts de fundo de funil divulgando a sua empresa. Você também pode criar publicações para quem está no começo do funil de vendas. Ou seja, que estão conhecendo algum determinado tema e que você tem a futura solução para um problema. 

6. Conteúdo com base no funil de vendas

Outro ponto relevante é que você precisa criar conteúdo com base no funil de vendas! Não adianta apenas divulgar que a sua empresa faz determinado serviço ou não. É importante que você nutra o cliente em potencial, mostrando a ele que você é referência no assunto e que realmente sabe o que está fazendo. 

Quanto mais referência a sua empresa é em determinado assunto, mais valor agrega aos serviços, cobrando mais caro por isso. O marketing de conteúdo é um dos maiores aliados de empreendedores que trabalham com redes sociais (e não só, como também em blogs).

Mas, como assim, criar conteúdo com base no funil de vendas? Vamos dar alguns exemplos logo abaixo: 

  • Uma clínica de estética pode publicar temas como “como funciona a depilação a laser?” e “como depilar corretamente com lâmina” para o topo do funil, são conteúdos educacionais e que passam relevância para a agência por mostrar que sabe sobre o assunto. Já os conteúdos de fundo de final, poderia ser o anúncio de uma promoção de depilação a laser entre os dias X e Y. 
  • Um banco que foca em empréstimos, enquanto isso, poderia publicar “como são calculados os juros?” “Qual a diferença de juros composto e simples nos empréstimos” para educação dos seus seguidores, após isso, postar sobre as taxas de juros da instituição privada ou comparar as taxas com os concorrentes, para incentivar os clientes em potencial em fazer uma simulação. 

O que postar no Instagram?

Como já deu para perceber, as postagens do Instagram devem seguir o funil de vendas, e você não deve focar apenas em uma das fases. Afinal, o seu cliente está em pura flexibilidade e dinamicidade em todo o processo de conhecimento e solução de problemas. 

O funil de vendas foi criado com o objetivo de entender quais são os passos de um determinado cliente de uma empresa, o que faz com que ele desista da compra, como ele conhece o seu produto, quais são os locais que ele acompanha a sua marca. E tudo o que imaginar sobre. 

Topo do funil

O topo do funil é voltado para conteúdos educacionais, destinados para aqueles que estão acabando de conhecer sobre um determinado problema. 

No caso de uma corretora, por exemplo, os clientes em potencial podem descobrir que precisam de uma previdência privada para conseguir se aposentar, ou que desejam uma reserva de emergência ou renda passiva para não precisar trabalhar mais. 

Você tem que focar o seu conteúdo nestas descobertas que serão realizadas pelo seu cliente em potencial. Se ele quer criar uma reserva de emergência, ou previdência, ambos, etc. 

Meio e fundo de funil 

Nesta situação, os conteúdos começam a ficar mais densos e a empresa começa a anunciar os serviços que ela oferece e que podem satisfazer as necessidades do cliente. 

No caso de alguém que está interessado em criar uma previdência privada, a empresa pode publicar quais são as opções de seu catálogo e compartilhar com os interessados os tipos de rendimentos que se pode obter. 

E, para quem deseja investir e ter renda passiva, compartilhe materiais que ensinam a diversificar a carteira para alternar os rendimentos. Também  é possível anunciar quais são os investimentos que possuem disponíveis para os clientes diversificarem como opção. 

Conclusões sobre cronograma de postagens no Instagram

Neste artigo de hoje, abordamos melhor sobre o passo a passo de como criar um cronograma de postagens no Instagram de forma prática, conforme o funil de vendas. O marketing de conteúdo deve ser realizado de forma planejada, sem ser de qualquer jeito ou em cima da hora. Pense, sempre, no seu cliente em potencial e no que ele deseja. 

Planeje o conteúdo ao menos um mês antes e já deixe agendado, altere sempre que necessário, principalmente em datas comemorativas e anúncios relevantes. 

Mais alguma dúvida sobre o assunto? Comente conosco!

0 0 votos
Gostou do artigo?
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários