fbpx

Financiamento para empresas durante a pandemia

Financiamento para empresas durante a pandemia

Toda crise global tem o poder de afetar de forma significativa a economia, principalmente de menores empresas. Portanto, muitas delas começaram a buscar um financiamento que fosse mais conveniente com o que elas procuravam para que assim conseguissem enfrentar de maneira mais eficaz este período.

Pequenos empreendedores se preocupam cada vez mais com o menor número de pessoas nas ruas. Consequentemente, muitos tentaram de alguma forma vender seus produtos ou serviços online, como por exemplo criando uma loja virtual. O impacto é sentido por todos e todos procuram uma maneira de conseguirem obter uma renda extra.

Com base nisso, observe as principais opções escolhidas pela Agência Cembra de financiamento  que podem ser utilizadas por donos de empresas e descubra qual é o melhor financiamento para a sua.

Financiamento com Crédito para folha de pagamento

 Muitos empreendedores estão buscando um financiamento para que acabem por não deixar os colaboradores e empregados desamparados.  Logo, quando as empresas não conseguem faturar o que era esperado, podem sentir certa dificuldade em pagar corretamente os salários.

Foi assim que o BNDES conseguiu desenvolver um novo programa de financiamento que é capaz de ajudar milhares de empresas durante um assunto tão delicado e que pode definir o futuro de muitas delas. Além disso, o governo também criou o auxílio emergencial, que tem como objetivo reduzir os danos causados pela epidemia do Coronavírus. 

O aporte também evita que os funcionários sejam demitidos neste período, o governo está ajudando as empresas a pagar os salários. Logo, o governo financia até dois salários mínimos por cada colaborador se ele receber mais que esse valor, será retirado da empresa.

Financiamento para empresas durante a pandemia - cembra marketing digital
Financiamento para empresas durante a pandemia

Todas as empresas dependem do capital de giro para poderem continuar no mercado em que atuam. Muito mais de 600 mil empresas fecharam por isso e muitas das que existem hoje, buscam uma maneira de não fazer com que esse número aumente cada vez mais. Por isso, esse tipo de financiamento contempla aqueles que:

  • Possuem MEI, empresas de pequeno porte e individuais.
  • Empresas de tamanho médio com faturamento máximo de R$ 90 milhões
  • Empresas de médio porte com faturamento entre R$90 milhões e R$300 milhões.
  • Grupos com faturamento de até 300 milhões que precisam de financiamento de capital.

O BNDES deseja flexibilizar e fazer com que o acesso ao dinheiro seja feito de forma rápida. Isso se deve principalmente pela urgência que muitas pessoas tem pelo financiamento durante a crise causada pela pandemia.

Vamos VENCER essa crise juntos!

Receba de forma gratuita um relatório completo do posicionamento da sua marca nas redes sociais, pesquisas Google, Google my business e Maps para Negócios Locais.

[]
1Step 1
Quais soluções você deseja saber mais?
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right

Financiamento de Cessação de pagamentos

É comum que neste período muitas empresas sofram com todas as obrigações fiscais e tenham dificuldades para cumpri-las. Isso pode acontecer até mesmo para pagar empréstimos realizados antes do momento de crise. Logo, as dívidas estarão em um número imenso e com muitos juros, fazendo com que a empresa não consiga mais administrar e quebre.

Para evitar que muitas empresas fechem as portas, o BNDES aprovou desde março medidas para proteger o mercado e empresas internas. Eles pretendem reduzir os juros e suspendendo por alguns meses os empréstimos, fazendo com que sejam pagos após alguns meses do fim da pandemia.

Esse financiamento pretende garantir que os trabalhadores consigam sacar até R$1045,00 do seu fundo de FGTS para poderem pagar as contas e dívidas. Já foram aprovados mais de R$20 bilhões de reais para o fundo do FGTS. O objetivo é acelerar ainda mais o processo para poder beneficiar muitos outros trabalhadores.

Portanto, atualmente todos os trabalhadores do Brasil poderão ter acesso ao financiamento. Além disso, o governo está procurando metodologias de ajudar ainda mais os trabalhadores para que não saiam sem seus direitos e benefícios. Outra classe que está causando preocupações e que o governo busca soluções são os MEI’s.

Crédito disponibilizado pela Caixa e Sebrae

Esse tipo de financiamento serve especialmente para os MEI’s que estão em busca de salvar os negócios durante a pandemia do novo coronavírus. Vale ressaltar que a quantia total de créditos que será liberada é de R$7,5 bilhões. O banco da Caixa também informou que esse é apenas 1% da sua carteira.

Em suma, os bancos estão oferecendo linhas de créditos com até 45% menos de juros para os microempreendedores individuais. Portanto, são juros e taxas mais justas para os empreendedores que estão precisando de apoio em um momento difícil como estamos vivendo. O banco Sebrae também entrou como parceiro desta linha de financiamento e dizem que pretendem ajudar aos MEI’s de todo o país.

São mais de R$ 500 milhões que serão disponíveis pela Fampe (Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas) e que possuem total objetivo de ajudar essa classe de empresários. Todos estão se unindo para lutar contra os impactos econômicos e sociais provocados pela crise do CoronaVírus. Participe também desta união: todos precisamos de ajuda neste momento. Tente comprar no negócio de seu pequeno empreendedor, ajude nesta causa!

Olá,

Estamos online no Whatsapp! Vamos conversar?

0 0 Votar
Gostou do artigo?
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários
Fechar Menu
0
Gostaríamos da sua opinião sobre esse artigo :Dx
()
x